quinta-feira, 30 de outubro de 2008

PARE.... ONTEM... NÃO ERA EU.....

Ontem estava um pouco melancólica, triste não é a palavra certa, pensativa, chateada, frustrada, decepcionada, também não, nem eu sei direito. Mas concerteza não estava normal, raridade demonstrar qualquer romantismo, nossa postar poesia então...deixa pra lá. Não que não goste de poesia, versos, poemas, não é isso, mas ontem havia sentido em postar algo sobre o amor.

Nossa como sou difícil, não consigo explicar, às vezes canso de tudo, detesto rotina, (o que leva a crer casamento será que rola?) e quando começo a fazer algo sempre no mesmo horário, todos os dias quase que uma leve obrigação me irrito, fico com um mal humor desgraçado.

Nada delicada, rústica de tudo, apenas com aparência de boazinha, meiguinha e Aninha (o inha é para sentido de carinho é o que dizem), na verdade sou bruta, grossa, chata, enjoada, entediada, mal humorada, que não consegui gostar de ninguém, (raramente alguém me impressiona ou interessa), não quer ficar com ninguém, não quer namorar ( não aguento mais ouvir, ah vc tem 28 anos já tá na idade de casar), o que me faz parecer um bicho (por isso o gosto por felinos, eles são incríveis), diferente de todos, nada comum, o que faz sentir sem lugar no mundo.

Opa vou parar por aqui está ficando pessoal demais, daqui a pouco passa...sempre passa...minhas fases da lua...minhas crises...

Um comentário:

Exabyte LAN House disse...

Porque pessoas de aparente inteligência e de inteligência aparente me atraem? Menos que a doçura, a meiguice, com certeza... E no desejo de fugir desse desejo brutal de mudança desejo mudar. A calmaria que traz paz a alma parece tão impossível que acabo buscando em lugares por vezes inóspitos e somente encontro fragmentos. Fragmentos que somos todos nós e que nos coloca duras escolhas, mudando nossas vidas, na opção por qualquer uma delas. Parece tolice acreditar que podemos evitar o inevitável. Evoluir pela escolha da dor dói. Putz... o pâncreas da minha vida anda trabalhando além das minhas necessidades e estou hipoglicêmico de afeto. Bom... Amanhã é outro dia. Edson (sourenalevivo@hotmail.com)