sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

ISRAEL....

Já parou para pensar ou refletir, porque Israel é o centro das atenções no mundo? Ao que me consta pelo menos em si tratando de notícias Israel é praticamente unânime, é raro não ter um dia em que os jornais não divulguem quaisquer informação sobre Israel. Já se perguntou alguma vez o por quê disso? Pois é...Constantemente venho me perguntando, porque o menor país do mundo é 0 centro das atenções no globo, tem como aliado (aliás um dos aliados) a maior potência EUA. Será por causa da colonização? Sim porque estes podem dizer que foram colonizados, diferente de nós que fomos sugados as tantas, por todos, explorados ao extremo. E ainda perguntão porque o brasileiro tem um sentimento de pensar pequeno, não há grandeza em seus mais tenros sonhos e desejos, é só aquela coisinha mirrada, pequena, as quirelas que sobram por aí. Mas o foco não é este, vamos deixar este para outrora.

Por vezes a bíblia menciona Israel. Todavia não irei amontoar questões sobre religião coisa e tal.Não...Mesmo porque não se trata disto. Mas sim de avaliar como uma nação tão pequena tem participação direta ou indireta em nosso cotidiano. Os útlimos fatos que marcaram às páginas dos jornais é o bombardeio de Israel contra os palestinos. Ato totalmente condenavel e injusto, posto que, os alvos na maior parte são civis, em especial crianças. Por mais que tente não compreendo o porque de tanta intolerância, por algo tão fútil, terras, limites, poder em saber o que é de quem, que limite é certo e errado para esse ou aquele. Há muito mais em jogo do que limites de terra e templos. Há uma promessa do qual todos esperam. Esperam por um Messias poderoso, homem de guerra, líder nato, homem de decisão para liderar a nação escolhida. Todos esperam por ele. Creio que apenas não entederam que o Messias já veio, bem diferente do que esperavam com a maior arma de todas, o amor, a dom da palavra, a tolerância, o respeito a vida, ao ser humano, a mais linda criação e projeto o homem, mas os dEle não o aceitaram, antes rejeitaram a salvação, sendo dada a todos os gentios (graças a Deus por isso). Sabemos que Israel é nação escolhida por isso o fato de ser o centro das atenções de grandes líderes mundiais, talvez por isso, por que há uma promessa sobre esta nação, que ainda há de se curvar diante do Messias rejeitado, o reconhecendo como Deus e Salvador. De fato é de muito admirar, pela intolerância de Israel para atingir um único alvo, alguns líderes do Hamas se não o mais importante um dos principais, é decepcionante se valer de aliados e poder de fogo contra civis, posto que para atingir os líderes é válido matar civis inocentes. Não estou questionando o fato de serem o povo escolhido, não, isso não me cabe, assim como, também não em defesa dos palestinos, já que são homens bombas suicidas, matando civis israelenses, adotando pratica radical e extremista; longe de mim defender umas das partes neste quesito de quem está certo em matar inocentes para atingir alvos políticos e metas para devesa de ambos, mais sim condenar uma medida desastrosa e sofrivél a inocentes que antes de serem palestinos e israelenses, são humanos, na maioria crianças que jamais terão a chance de ao menos tentar entender certas coisas, assim como o faço agora.

Nos últimos tempos tenho refletido muita a cerca da condição humana, do ser humano como um todo e como certas coisas poderiam ser evitados se houvesse mais doses de tolerância a todos. Se parassemos para refletir ao menos um pouco, que podemos ser mais do que somos e damos uns aos outros dia-a-dia. Não estou querendo mudar o mundo, talvez apenas mudar o meu mundo. Talvez ser um pouco melhor neste ano, ser mais humana, deixar livre a minha essência, a minha condição de racional sempre, para um pouco mais emoção, respeitando as diferenças, deixando exalar um pouco mais de amor ao próximo.Minha solidariedade aos israelenses e palestinos ao que consta nenhum vencedor saíra desta guerra que está longe de terminar.Apenas me resta orar por todos, pedindo tolerância e respeito a maior dádiva de Deus, ao maior de todos os dons a vida, o homem ao ser humano independente de raça, cor, sexo, opiniões, crenças, religiões e nação... Foto: Suhaib Salem/Reuters - Divulgação.

Nenhum comentário: