domingo, 5 de abril de 2009

COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO...


E como era de esperar o fim de semana foi uma LOUCURA!!!!
Rapaiz o que foi isso????

Quero finais de semana assim o tempo todo, agitado, diferente, surpreendente, sem roteiro, sem direção certa, sem nada.....sem nada da minha velha ROTINA. O meu pai eterno!! Minha nossa senhora das pernas grossa!! Eu quero mais e mais tá bom demais! Curso mais que bacana me faz notar que conhecimento amplia meus horizontes e enxergo a felicidade toda fascera e boa vindo ao encontro. Sábado começando cedo, saindo atrasada,sem café da manhã (fico chata quando não tomo café, meu vicio maligno),sai correndo em direção ao ponto. Opa deu tempo, chego a tempo e lá vem o ônibus. Muito esforço consigo chegar apenas 10 minutos atrasada no local combinado e Maria já estava descabelada e desesperada. Ufa cheguei a tempo. Chegamos às 08:30, término às 17:00. Agora me pergunta se percebi a hora passar. De jeito nenhum foi bom demais. Dinâmica mais que bacana, monitores engraçados, gente legal, várias faculdades, pessoas tão, tão diferentes e tudo muito divertido. Casa grande, espaço cheio de àrvores, ventinho no rosto quando sai na janela. Almoço conversa à fora tudo muito encantador. Pessoas com mente aberta, assumindo dificuldades, medos e desprazer em falar em público. Horas de relaxamento, respiração, corpo, mente música estilo Enya (amo,amo) massagens individuais e coletivas. Sensação mais estranha alguém estraanho tocar você, ou várias mãos ao mesmo tempo.Estranho mais interessante e bom.

Foi um dia e tanto. Bom pra conhecer pessoas diferentes com histórias bacanas e conheci a Taínara da cidade de Holambra (linda cidade), já me falaram muito bem de lá.Enfim muita conversa e tanta gente que fiquei meio perdida. Alguns olhares sedutores e femininos. Sim. Elas paqueram, tudo na discrição,ar de não é nada disso. Finjo que não vejo, assim saio escorregadia da situação, mas delicada e gentil. Nada de ignorância como já vi acontecer.Uma coisa deve-se a qualquer preço, respeito. Sou muito a favor. Bom pelo menos alguém olha pra mim com ar de paquera, cheia de zelo e flerte. Bom deixa pra lá. Já que o "Boaz" nem sinal, nem avistando de longe me deixando tão desejosa de tanta coisa. Fico a mercê dos olhares feminios. Aconteci.Sem estresse Descobri que as aulas de tango em breve virão com direito a outras danças também. Em breve, muito em breve, finalmente encontro pessoas com os mesmos interesses. E o melhor será gratuito.Marcando um dia para conhecer com mais calma o Centro Cultural de São Paulo na vergueiro. Até então só conhecendo os centros culturais ou Centro da Juventude em Diadema, meus locais preferidos em meados de 1996 à 1999.Curso muito bom, saí correndo para chegar em Sbc à tempo da festa das nações. Foi muito bacana, me vestiram de indiana e gostei, brinquei de tirar fotos e rimos muito. Então...

Domingão o mesmo ritmo. Acordando cedo demais, saindo sem café, mal humorada e chegando atrasada e deixando pessoas bacanas esperando, mas apenas 15 minutos gente. Esbaforida peço desculpas.Todas riam de mim e mais um dia juntos. Opa um homem confessa que no clima em que estava o relaxamento não houve preconceitos em ter tb massagens por várias mãos, até masculina (hum, muito bom isso sim é evolução), outro assumindo, fumo maconha pra relaxar mais isso foi muito melhor, essa aula de expressão é muito boa. Concordo, nos faz perceber o nosso corpo, tocar, sentir, respirar pra somente depois notar corpos ao redor. Ficamos em transe. Muita risada e diversão, massagens individuais e a dura prova de discorrer, comentar e expressar em meio a todos. Tudo muito difícil, tornando-se menos com ajuda de pessoas "entendidas" da dificuldade tornando-as divertidas. No fim despedidas e até logo, mês que vem tem mais.Indo embora muito, muito cansada, mas correndo pra chegar a tempo. Segunda parte da festa. Amigas chateadas por conta de gente hipócrita e cretina, um desabafo no banheiro e conversas reveladoras de pessoas que montam pose de santo e que na verdade...hum...deixa pra lá. Prefiro ser eu.Assim mesmo sem trava na língua como diz meu pai.Porém, algo prende-me o olhar. É a chuva. Que enconde tanta coisa de mim. Me confundi e encanta. Gosto de chuva pra dormir, brincar, namorar, beijar (delícia),cochilar ou só ficar olhando. É muito bom. E percebi como este fim de semana foi maravilhoso (ainda) que cansativo. Valeu muito a pena os dois dias do curso de Comunicação e Expressão, o primeiro módulo de 13 que virão.

E no fim, pelo esforço do fim de semana dedicado ao conhecimento, eu mereço uma flor....vermelha é claro.

Nenhum comentário: