segunda-feira, 13 de julho de 2009

DOCE NOVEMBRO

Havia apenas um mês... Não seria anos e anos adiante, agora, seria apenas um mês. Algumas pessoas tem o dom de fazer eterno apenas horas, outras semanas, outras meses, outras anos e outras enquanto durar...viver...existir. Dela adoro o jeito de olhar para ele, olhar doce, engênuo, de menina pidona, o jeito de pegar no cabelo dele, de sentir a respiração, jeito moleca de ser. Dele incrivelmente sedutor o jeito de menino-homem que cresceu e esqueceu da imagem, eterno sorriso maroto e esperto, gosto quando a toca leve e suave. Quando levanta o queixo para beija-la, quando beija o colo, quando olha nos olhos antes de beijar, quando ensinua protege-la jogando o braço, quando abraça forte e fixa o olhar. Adoro! Muitos não sabem o que fazer com o tempo ocioso, já outros que tanto gostaria de te-lo a sua inteira disposição faz do dia, da semana, do mês, do ano uma eternidade. Sem pretensão nenhuma, se ariscam sem saber onde vai dar, olham para frente para alto, para os lados e se jogam...sem asas pra voar, se jogam no ar e voam. Do penhasco alto e do vento forte não tem medo,exergam tudo tão nítido a frente que não se jogar é loucura,insanidade da alma,sossego do espírito...mas

Não importa.
Só me resta um mês e não vou deixar de voar...
video


Os detalhes, algum lacinho, presilha nos cabelos curtos. Decisão tomada para não ver os fios loiros caírem no chão do banheiro, da sala,da cozinha. Nada para lembrar que ela está ali. A doença corroendo por dentro, tirando cada fôlego das artérias. Mas existem alguns que morrem dia-a-dia tendo a mais plena e perfeita saúde. Ainda há outros que perdem tanto tempo contando mentiras, fingindo serem o que estão longe de ser/viver. Fazem de conta o tempo todo. Se comparados podem chama-los de poetas-fingidores, enganam-se o tempo todo, contam uma nova mentira a cada inspirar e expirar de vida. Em cada uma se vai vida. Em cada fungada entra e sai vida. Em alguns segundos, minutos se vai, sem pedir licença, sem saber,está morrendo aos pouquinhos...Entram e saem dos pulmões ensinuando vida. Mas já é tarde? Ela com um mês. Ele com a "vida inteira" pela frente. Alguém já tentou medir a felicidade? Se é que dá para fazer. Hoje seria medida em cifras, cultura, posição,interesses? Quais critérios usariam? A beleza física, o status, a posição social, o que seria avaliado? O tempo será? Talvez. Mas este nunca temos disponivel não é? Olha, bem se viu o sol e à noite já chegou dando adeus ao dia. E se olhar para trás neste dia vê algo de bom que tens feito? Não?

Não ter a ilusão de que seus dias são eternos, isto sim é viver. Saber que mais cedo ou mais tarde ela virá.Pois é único caminho certo. Já nascemos sabendo que um dia iremos partir, que bem cedo ou tarde dará adeus aos seus dias. E alguns continuam a perder tanto tempo discutindo quem estava certo e quem não estava, quem tem razão e quem não tem, quem é melhor e quem não é. E não entendo! Já que só tenho um mês. Um mês para convidar alguém a entrar na minha vida, convida-lo a "morar" comigo, a andar pela praia de mãos dadas, a levantar vôo mesmo que pulando na areia, a andar no parque e sentir aquele ventinho suave e sol querendo aquecer; a dançar à toa em todo e qualquer lugar que sentir vontade, a olhar pro alto e fechar os olhos pq oa raios não o deixam olhar, a jogar as mãos pro alto, a andar com cachorro /gato na calçada, a retirar flores do quintal dos outros, ser "roubada" e "roubar". Eu tenho um mês. Um mês para pensar que ninguém/nada faz dos meus dias vazios a não ser que eu queira. Que a solidão pode ser amarga, mas a companhia um doce novembro. Só porque eu tenho um mês...um mês para fazer tudo e ser tudo o que quiser....apenas um doce novembro.

"O video com certeza foi uma declaração de amor para alguém, feliz desta pessoa que recebera, feliz porque conseguiu reunir cenas de um filme tão lindo, cenas de encher os olhos de alegria e outras de lágrimas; já assiti milhares de vezes, desde sua estréia (faz alguns anos), e revejo sempre que posso.E desejo que neste ano, ou "restinho" dele tenha a oportunidade de ganhar e dar um doce agosto-setembro-outubro-novembro-dezembro-janeiro... para alguém. Que esse alguém saiba tanto quanto valorizar cada segundo, minuto, mês, ano...de vida."

Nenhum comentário: