quinta-feira, 30 de julho de 2009

NOITE

E chega em casa achando que encontrou a paz e um recanto para descansar a mente-corpo. O que você encontra??? Alguém que você ama muito que não teve um dia bom (provavelmente), um pouco alterada fazendo da simples e boba internet o motivo da não realização de muitas coisas em sua vida. Nossa! E você fica olhando sem entender. Mas por quê tudo isso? SÓ por causa de um passatempo que é uma passatempo embora o vejam como vicío....E você tenta explicar, mas não consegue...por quê ninguém entende que suas necessidades são poucas...e que o pouco que tem já te faz feliz (e não que não almeje mais, nada disso, pelo contrário), mas é grata ou pelo menos tenta ser por tudo. Até ouvir frases que todos os religiosos descarregam em você quando a rotina e os rituais são quebrados...."você virou às costas para Deus"...poxa vida! Então é isso??? Todo o amor, vida, presença de Deus se resumi a isso??? A religiosidade??? Então acho que não conheço a Deus. Então o Deus que eu acredito e tenho fé que sempre me salvou de tanto sofrimento, de tanta coisa ruim não existe....e agora neste exato momento sinto minha alegria (grande pela semana mais que diferente, boa e feliz da viagem...da alegria de estar viva) que até minutos atrás perdurava, mesmo tendo uma dia cheio vai sumindo, como as nuvens ou neblina. e penso...Ana ....é hora de repensar o seu lugar...às vezes a gente incomoda ou atrapalha a vida dos outros sem perceber. mas perdão essa não era a minha intenção.
A gente cresce e não percebe...e acaba ocupado espaço demais...espaço esse que não é seu. É aí que pensa ...quem não tem dom pra casar, formar familia doriana, viver de aparência e não pensa que isso seja de todo um mal... tem que levantar acampamento e fazer um lar ainda que este seja só e só você...e vambora Deus o quero junto...nessa tb.

2 comentários:

Bruno L.S disse...

Já fiz um convite e você não aceitou.
Venha morar aqui. Garanto que se saíra muito bem morando só.
Que tal?

Ana... disse...

Tudo a seu tempo, calma eu chego lá.
Mudando de cidade-estado ou não....