sábado, 31 de outubro de 2009

Traduzir-se - Adriana Calcanhoto e Ferreira Gullar

Uma parte de mim é todo mundo:outra parte é ninguém:fundo sem fundo.

Uma parte de mim é multidão:outra parte estranheza e solidão.

Uma parte de mim pesa, pondera:outra parte delira.

Uma parte de mim almoça e janta:outra parte se espanta.

Uma parte de mim é permanente:outra partese sabe de repente.

Uma parte de mimé só vertigem:outra parte,linguagem.

Traduzir uma partena outra parte— que é uma questãode vida ou morte —será arte?
( Ferreira Gullar )
.
video
.

Foi um disparate, foi êxtase até não poder mais. Gozo feliz e absoluto. Não pude acreditar quando achei este video no youtube, minha felicidade foi tamanha!Pois tanto gosto da moça aí, quanto da poesia traduzida de Ferreira G, uma das melhores,um resumo do ser.É traduzir-se sem saber. É uma parte de mim.

Nenhum comentário: