sábado, 1 de maio de 2010

"Sou muito pequena diante do gigante da estupidez"

.
.
“Quero ir bem alto... bem alto... numa sensação de saborosa superioridade... É que do outro lado do muro tem uma coisa que eu quero espiar...”
.
“Ah, sim, ainda quero o mundo com que sempre sonhei, pelo qual sempre lutei, mas não posso mais, estou cansada, alguém, por favor, tome o meu lugar...Não agüento mais lutar, lutar, lutar e lutar, e ver tudo quase como sempre foi, e ver o mundo girar em círculo, e ver a dor e os idiotas reinarem, e ter que começar sempre tudo de novo, e estar sempre com um monte de gente ao meu lado e, ao mesmo tempo, tão sozinha... Deixem-me descansar! Sou muito pequena diante do gigante da estupidez.”
.
Patrícia Galvão - PAGU ( imagem e trechos - internet )

Nenhum comentário: