quinta-feira, 3 de junho de 2010

Eu preciso/quero: " É tomar um banhooo de chuvaaaa! "

Achei que seria mais um dia. Um dia cansativo, entediante e chato. Como todos os feriados tem sido. Hoje, a escala mais injusta de todas. Ainda continuo achando injusta, por que feriado não foi feito para ficar sentada a mercê de quem tem vontade e grana para sair de casa e gastar seus mil e tantos reais. Mas afinal, quem é que sai em pleno feriado para comprar como pessoa jurídica? Se nem como física estão comprando? Ah, me poupe, essa porcaria toda enche os pakovás. Ainda bem, que a maioria não dá trela para compras no feriadão. Sabe por quê? O povo quer viajar, ser feliz, brisar, viver, andar sei lá...tudojuntoemisturado. Foi feito para sair sem rumo, aproveitar tudo e maisumpouco. Ver gente, lugares, fechar os olhos, sentir ventinho no rosto, tomar sorvete (mesmo no frio, ai que delícia), adoro sorvete, um vício. Andar, andar e andar, comer em lugares bacanas, bonitos e não. Dar risada do nada, falar besteiras sérias, abraçar, beijar, (beijar muito) esquentar o corpo, mãos e pernas, fazer do frio a melhor estação. É isso, foi feito pra isso. Algo que não faço a bastante tempo. Preciso reaprender a viver. Dar jeito nessas asas e voar...voar baby, voar alto e despreocupadamente, sem peso!

Hoje, não teve nada disso.Acabou sendo um dia de trabalho com direito a limpar gavetas e jogar pilhas e pilhas de papéis fora. Desafogar pastas e arquivos, liberar pedidos para os nets, e almoçar maça. Sair correndo às 18:00 da Mooca, para Pinheiros, bairro que pouco conheço em Sampa, encontrar as moças para fazer trabalho da faculdade. Pula do ônibus, para o metrô, baldeação, baldeação, chegou na linha verde (adoro,rs é a mais chique ahahhaha), desce nas Clínicas, comendo batata, chocolate e tomando chá mate, outra etapa do almoço. Veja, tudo muito saudavel, faz um bem hummm... minha gastrite que o diga.

Pergunta pra um e pra outro - senhora, qual ônibus chega lá no Largo da Batata? Espera, espera, uns 20 e 30 minutos, chegou, desce no Largo da Batata que não tem nenhuma batata. Enfim, liga para as meninas - vem me buscar!!! Frio, pernas pra lá e pra cá. Gente olhando desconfiado. Liga de novo, elas chegam. Comentam que foram convidadas a si retirar (rs), do sesc pinheiros, hoje aberto até 19:00, como sempre mais um trabalho fica zicado. Então, o jeito é comer, quer dizer almoçar. Ver a quantidade de bar, restaurante e bacos for men tem ali.

Uma explosão de risos, pq as moças aqui vão comer é Habibs, conversas, comentários das aulas, dos trabalhos,risos e sobremesa (hum...) que bom. A companhia da Lily, Daiane, Ana e Elaine fez um bem. Não rolou o trabalho da Bia, ficou para amanhã.A Lily, comentou a música da Vanessa, sua preferida é "Nossa Canção", diz ficar arrepiada ao ouvir, e eu digo amo todas. Adoro Vanessa, adoro! E como provar o que digo. Não tem como. Ainda dizendo que foi em meados de junho/julho numa noite fria, procurando Meu Deus. O que é isso? lembranças caro leitor, lembranças e divagações...só eu entendo...! E constato, que o feriado não foi tãooooo ruim. Poderia mas não foi.E agora lembro que amanhã não vou trabalhar. Lembro também da consulta ao dentista, da ida ao banco e das coisas a fazer. É... eu vou embora às 23:35 (esse relógio continua errado rs), com muitos suspiros e pensamentos no ar...! Adeus... Tchunanananã!Ná Nã Nã! Ná Nã Nã! Ná Nã Nã! É tomar um banho de chuva, Um banho de chuva!...

2 comentários:

ande disse...

Interessante!!!!!!

O que você não fala lá no nosso ambiente de trabalho, aqui no blog vc não cala nunca.

Mas assim é que fica legal, falar onde nos sentimos melhor.

Até mais

Ana... disse...

Edna,

Lá calo a vida quase toda. Sou quietinha mesmo... Já a respeito da escala, bom, falei mas de outro jeito e não concordaram em nada com meu argumento. Então... só nos resta acatar e vender a mão de obra rsrs.

é froide!

e adeus.