domingo, 17 de abril de 2011

[...]




,amo a música, amo a cantora, amo o vídeo, amo os livros. pra você. *ele foi para o mar por um dia. ele queria saber o que dizer quando perguntavam-lhe o que ele havia feito no passado para alguém que ele ama infinitamente agora ela se foi, e ele também


eu ia para a guerra todas as manhãs eu perdi meu caminho mas agora estou seguindo o que você disse em meus braços o que li no pingente que eu amo duradouramente agora está morta, se foi e estou livre


eu ia dormir às manhãs fechava meus olhos para o nascer do sol desviava minha cabeça do barulho dolorida e gotejante decadência de brinquedos infantis que eu amo argumentavelmente toda nossa elaboração virou semente


nós saímos para brincar de noite queríamos segurar a emoção e o prolongamento do sol e nossa falta de ar enquanto corríamos para a praia, infinitamente enquanto o sol espalha-se pelo mar. ( Lisa Hannigan )

Nenhum comentário: