quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Hoje a vida nasceu.

Ventania, muita ventania.

Que instabilidade.

Me muero.

Vivo no futuro da ventania.

Por que é que tudo se diz: fica para a semana que vem?

Eu estou aqui, aqui à espera.

,

Vivo agora

e o resto que vá para a puta que o pariu.

.

.

.

( Clarice Lispector )

Um comentário:

Híndira disse...

"Haja hoje pra tanto ontem!"